Contato

Seminários de ultrassom

Garanta o seu lugar agora! Vá para a visão geral do seminário

Parceria. É algo que valorizamos.

Nossos contatos em faculdades e associações nos proporcionam valiosos impulsos. Para as feiras

É preciso diferenciar entre termoplásticos, elastômeros e duroplásticos: Termoplásticos são plásticos processados através do aquecimento e podem ser bem soldados com ultrassom. Elastômeros são plásticos processados através de reticulação – eles não reagem ao ultrassom. O mesmo ocorre com os duroplásticos, que são processados através de endurecimento e, portanto, não são soldáveis com ultrassom.

A soldagem de plásticos trata-se da união de materiais termoplásticos. Basicamente é válido: Apenas termoplásticos idênticos podem ser soldados de maneira homogênea.

É possível soldar todos os termoplásticos (exceto PTFE).

PC, PMMA e ABS podem ser soldados uns aos outros, com algumas condições. Ao rebitar, engatar ou chanfrar, outros tipos de materiais também podem ser unidos aos termoplásticos.

Propriedades de materiais decisivas:

  • Módulo E: Aprimora a condução do som e determina o acoplamento
  • Amortecimento: Aprimora a geração de calor
  • Ponto de fusão: Determina a necessidade de calor
  • Fluidez da massa fundida: A retenção das massas fundidas na área de união é melhor se elas forem mais viscosas, o processo ocorre de maneira mais uniforme

Aspectos que influenciam negativamente a soldabilidade:

  • Aditivos, como por ex. retardador de chama
  • Umidade (principalmente em poliamida)

Aspectos que influenciam positivamente a soldabilidade:

  • Fibras de vidro
  • Esferas de vidro


Estes materiais reforçadores melhoram a condutibilidade do som sobretudo nos plásticos semicristalinos.

FUNDAMENTALS OF PLASTICS
FUNDAMENTALS OF PLASTICS